viernes, 15 de agosto de 2008

Toquinho e Vinicius - A felicidade

Tristeza não tem fim, felicidade sim

A felicidade é como a pluma,
que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve, mais tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar
A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do Carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho,
prá fazer a fantasia de rei ou de pirata ou jardineira
e tudo se acabar na quarta feira
Tristeza não tem fin, felicidade sim
A felicidade é como a gota
de orvalho numa petala de flôr
Brilha tranquila depois de leve oscila
e cai como uma lágrima de amor
A minha felicidade está sonhando
nos olhos da minha namorada
É como esta noite passando,
passando em busca da madrugada
Falem baixo por favor
pra que ela acorde alegre como o dia
ofrecendo beijos de amor

3 comentarios:

Martín Bolívar dijo...

¡Qué letra maravillosa!. Hace unos meses le pedí a una directora de teatro brasileña afincada en España que me recordara la letra. Ahora la tengo escrita aquí. Una letra que es pura filosofía de la vida.

TIROFIJO dijo...

Gracias, querida Ivis, por visitarme siempre y por esta cancion, que me trae muchos recuerdos, de momentos muy felices. Yo vengo a menudo por aca, solo que vengo enmascarado.

Ivis dijo...

Martín, me alegro mucho por tí, la felicidad es una cosa loca...
Tiro, un saludo. Me alegro de haberte hecho recordar esos momentos.